Carregando, aguarde...
cabeçalho

Mídia

Sob pressão, ANS promete consolidar normas regulatórias
11/09/2014

“Entendemos que a agenda da agência para 2013 e 2014, que tinha a consolidação regulatória como um dos seus principais objetivos, não foi cumprida pela ANS”, ponderou em tom de cobrança o presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Medicina de Grupo (Sinamge), Cyro Alves de Britto Filho, diante do próprio diretor-presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar, André Longo. Os números bastante detalhados apresentados pelo neurocirurgião à plateia do 19º Congresso da Associação Brasileira de Medicinas de Grupo (Abramge) ressaltaram uma reclamação frequente do setor: a quantidade de normas editados por governo e órgãos reguladores é excessiva.

Britto Filho fez uma cobrança ampla e bastante detalhada, que incluiu ainda regras mais claras para a suspensão da venda de planos e a redução da intervenção da ANS sobre as negociações entre operadoras e prestadores de serviço. Mas, sem dúvida, a grande força estava no argumento de que a agência edita regras demais. “É evidente que ninguém consegue cumprir tudo”, admitiu Arlindo de Almeida, presidente da Abramge. “A intenção é que a gente tenha uma simplificação para que todo mundo pelo menos entenda [todas as normas].”

voltar

Rua Caçapava, 49, 11º Andar – Jd. Paulista – São Paulo – CEP: 01408-010 – Tel. 55 11 3061-0244 / 3060-5220 FAX: 55 11 3082-7462

unitri